Condomínio dos Jardins de São Bartolomeu, Lisboa

Inaugura-se hoje, 18 de Março de 2009, n'O condomínio dos Jardins de São Bartolomeu, na Alta de Lisboa, um sistema com 16 unidades de microprodução de electricidade através de energia solar (painéis fotovoltaicos). Esta iniciativa pioneira, promovida pelos moradores do condomínio com o apoio desde o início  da SGAL – Sociedade Gestora da Alta de Lisboa, enquadra-se no programa  “Renováveis na Hora”, que tem por objectivo a promoção da microprodução de energia  eléctrica  utilizando fontes renováveis de energia. 

O projecto em causa  foi executado pela Gasfomento – Sistemas e  Instalações de Gás SA que apesar da complexidade e dimensão cumpriu na íntegra os prazos legais e orçamento e entrou em operação em Março de 2009.

Colocando as pessoas no centro da mudança e as mentalidades como o principal motor dessa mudança, o projecto destaca-se ainda por sensibilizar e mobilizar a sociedade civil em prol do desenvolvimento sustentável  de  uma  forma  economicamente viável, como se evidência por estes números: 

  • 374 fracções (apartamentos e lojas) nos Jardins de São Bartolomeu; 
  • 16 unidades de microprodução de energia eléctrica; 
  • 288 painéis fotovoltaicos; 
  • 500m2 de área ocupada  (31,2 % da área utilizada na maior central solar térmica nacional na sede da Caixa Geral Depósitos com 1600 m2); 
  • 58,8 kW de potência de ligação à rede eléctrica de serviço público (o que equivale a cerca de 16 % do consumo actual do condomínio); 
  • 80  MWh/ano  de  produção  eléctrica  (16 %  do  consumo  actual  das  áreas  comuns  do condomínio ou, de outro modo, o consumo anual de 23 famílias); 
  • 38 ton de emissões de gases com efeito de estufa evitadas em cada ano (equivale às emissões de 18 veículos utilitários percorrendo 15 000 km ou a 5 viagens de avião de ida e volta entre Portugal e a Nova Zelândia); 
  • + de 315 mil euros de investimento (retorno estimado do investimento 6,5 anos); 
  • + de 50 mil euros/ano de receitas pela venda da energia produzida (o equivalente a cerca de 95 % dos custos actuais do condomínio com electricidade). 

Ao evento estão confirmadas as presenças do Secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, o Secretário de Estado Ordenamento Território e das Cidades, João Ferrão, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, o presidente do Conselho de Administração da Gasfomento, Alípio Magalhães, o presidente da SGAL, Amílcar Martins, bem como os representantes do Condomínio dos Jardins de São Bartolomeu.

Esta inciciativa pioneira já foi até alvo de uma reportagem televisiva no programa "Nós por cá" da SIC. Igualmente o jornal Oje publicou uma reportagem em 12 de Fevereiro último. 

Quem sabe em breve não será o nosso Agrupamento alvo de um evento destes... 

publicado por p3es às 08:37 link do post | comentar | favorito