Negócio verde

Estudo publicado ontem pelo Fundo Mundial para a Natureza

Tecnologias verdes podem ser terceira maior indústria mundial em 2020

12.12.2009 - 10:18 Por Lusa

Em 2007, as vendas tecnológicas limpas, com baixo índice de combustíveis fósseis, como a solar, a eólica e a biomassa, atingiram 630 mil milhões de euros

O relatório prevê que daqui até 2020, a indústria (verde) vai render 1600 mil milhões de euros por ano, tornando-se o terceiro sector industrial, atrás do automóvel e da electrónica, explica o Fundo, em comunicado.

Em 2007 as vendas tecnológicas limpas, com baixo índice de combustíveis fósseis, como a solar, a éolica e a biomassa, atingiram 630 mil milhões de euros, à frente da indústria farmacêutica.

O estudo, intitulado “Economia limpa, planeta vivo - construir indústrias de tecnologias limpas”, prevê um aumento de energias renováveis a um ritmo de 15 % ao ano. No entanto, o Fundo Mundial para a Natureza acredita que um acordo na Cimeira sobre o Clima, que está a decorrer em Copenhaga, possa aumentar estes valores. 

“Imaginem o que seria possível com um acordo sobre o clima em Copenhaga e os mecanismos nacionais para o pôr em andamento?”, afirmou Kim Carstensen, responsável pelo Fundo, citado no comunicado.

A Alemanha, os Estados Unidos da América e o Japão lideram actualmente a venda de tecnologias verdes, segundo dados do Fundo. A China, que está na quarta posição da lista, deverá “aumentar rapidamente as suas quotas de mercado” nos próximos anos, explica este estudo, o primeiro do género a nível mundial. 

================

Nota: foram feitas algumas correcções ao texto original do Público, que trazia diversos erros, pouco admissíveis num jornal de referência. 

publicado por p3es às 11:22 link do post | favorito