Quarta-feira, 24.11.10

Poluição do ar pode levar Portugal ao Tribunal de Justiça Europeu

De acordo com um texto de hoje inserido na Ecosfera do jornal Público on-line «Portugal não está a combater de forma eficaz as emissões das partículas em suspensão lançadas pela indústria, trânsito e aquecimento doméstico, revela a Comissão Europeia que quer levar o país ao Tribunal de Justiça Europeu.

Os Estados membros devem limitar a exposição dos cidadãos às micropartículas conhecidas como PM10 e, para isso, há valores-limite fixados por uma directiva de 2008. Assim, não devem ser excedidos mais de 35 vezes uma concentração diária de 50 microgramas por metro cúbico e a concentração média anual não deverá ultrapassar os 40 microgramas por metro cúbico.
As PM10 “podem causar asma, problemas cardiovasculares, cancro do pulmão e morte prematura”, lembra a Comissão Europeia. Em Março de 2009, um estudo do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA) concluiu que o aumento súbito de pequenas partículas poluentes na atmosfera contribui para elevar o risco relativo de morte.
Segundo a Comissão Europeia, numa nota divulgada hoje, “os valores-limite para as PM10 não foram respeitados em diversas zonas” de Portugal. Mas não só. Também o Chipre, Espanha e Itália receberam iguais chamadas de atenção.
Portugal terá solicitado uma prorrogação do prazo de cumprimento, que seria 2005. No entanto, a Comissão “considera que as condições para conceder tais prorrogações não foram preenchidas relativamente a diversas zonas em que as normas de qualidade do ar não foram cumpridas”.
Sob recomendação do comissário responsável pelo ambiente, Janez Potočnik, “a Comissão decidiu, por conseguinte, intentar uma acção junto do Tribunal contra Portugal, Chipre, Itália e Espanha”.
Agora, o Estado português deverá receber uma nota da Comissão Europeia, declarando que o processo foi enviado para o Tribunal de Justiça Europeu. Depois, "Portugal ainda terá uma oportunidade de clarificar a situação junto do Tribunal", disse hoje fonte do gabinete de imprensa do Ministério do Ambiente ao PÚBLICO.
O ministério da Rua do Século salientou ainda que se tem assistido a uma "evolução positiva" em relação às partículas PM10, "com diminuição no número de estações em excedência, bem como o número de excedências nas estações, o que se deve também às medidas que têm vindo a ser implementadas, designadamente de melhoria de tecnologia dos veículos e de protecção ambiental e medidas de gestão concelhia".
Este é um processo que já dura há quase dois anos. Em Janeiro de 2009, Bruxelas abriu processos de infracção contra Portugal e outros nove países, na sequência da entrada em vigor, em Junho de 2008, da directiva comunitária referente às partículas PM10. Na altura, a Comissão Europeia sublinhava que as PM10 “afectam 83 milhões de pessoas em 132 zonas diferentes de qualidade do ar”.
Em Setembro do ano passado, foram aprovados os programas de execução dos dois planos de melhoria da qualidade do ar para as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e para o Norte, aprovados pelo Governo em 2008. Mas, ouvida pelo PÚBLICO na semana passada, a associação ambientalista Quercus denuncia que esses planos "não saíram do papel" ou "tardam em ser implementados".
A 18 de Março deste ano, Bruxelas enviou uma última advertência escrita a Portugal por incumprimento das normas.»

publicado por p3es às 17:59 link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23.11.10

Equipamentos em standby gastam 11% do consumo médio por habitação

De acordo com as edições on-line do Jornal de Notícias e do i de hoje ao início da noite, «Um estudo efetuado na União Europeia (UE) revela que o consumo médio de eletricidade dos equipamentos elétricos e eletrónicos em standby "representa cerca de 11 por cento do total" da energia anualmente consumida por habitação.

Os resultados da mesma investigação, envolvendo 12 países, entre os quais Portugal, onde é liderada pelo Instituto de Sistemas e Robóticas (ISR) da Universidade de Coimbra, foram hoje divulgados nesta cidade.

A manutenção em standby (modo de espera ou suspensão) ou mesmo desligado (off-mode) de alguns equipamentos (apesar de estarem desligados no botão, continuam a consumir energia) significa um gasto "médio anual de 305 quilowatts/hora" por habitação, de acordo com o estudo, revelou Aníbal Traça de Almeida.

O investigador do ISR e coordenador do estudo falava hoje à tarde, em Coimbra, no auditório da EDP, na apresentação das conclusões da investigação, que, iniciada em 2008 e denominada SELINA (Standby and Off-Mode Energy Losses In New Appliancesa Measure in Shops), contou com o apoio da Agência da Comissão Europeia para a Competitividade e Inovação.

Em Portugal, no entanto, as perdas médias de eletricidade com os modos standby e off-mode são da "ordem dos 7 %", contra os referidos 11 % das habitações europeias, disse à agência Lusa, à margem da sessão, Aníbal Traça de Almeida.

Tal circunstância não se deve, porém, ao comportamento dos consumidores, mas antes ao facto de os equipamentos elétricos e, sobretudo, eletrónicos estarem menos generalizados em Portugal do que noutros países da Europa, sublinhou.

Entre outros resultados, o estudo - que envolveu mais de 9000 inquiridos, incluindo lojistas, e 1300 habitações, e implicou a medição de mais de 6000 equipamentos - concluiu que "as consolas de jogos consomem quase tanta eletricidade em standby como quando se está a jogar".

Também as máquinas de café "podem causar grandes perdas de energia em standby" ou "mesmo desligadas" no botão, exemplificou, durante a sessão, Traça de Almeida, referindo que essas perdas podem representar uma média anual de 60 kwh, que significam, no nosso país, 9,6 €.

Equipamentos como subwoofer, gravadores de disco rígido, modems, routers ou gravadores de DVD podem, em standby ou off-mode, gastar, por ano, entre 4 e 7 kwh, que equivalem, em Portugal, a valores que oscilam entre os cinco e os oito euros.

"Em toda a UE pode ser poupado cerca de um bilião de euros", bastando apenas desligar a Internet quando não está a ser usada, afirma o investigador do ISR, sublinhando que este consumo equivale a 3,5 milhões de toneladas de CO2.

No âmbito do estudo, que abrangeu Portugal, Alemanha, França, Dinamarca, Letónia, Roménia, República Checa, Bélgica, Inglaterra, Áustria, Grécia e Itália, foi editado um "guia do consumidor em consumos standby", com algumas conclusões da investigação e no qual são adiantados procedimentos para o consumidor não "desperdiçar a sua eletricidade".»

Don't stantby!

E que tal ajudar a poupar o planeta - e a sua conta bancária - desligando os stanby's e off-modes aí de casa?

Segunda-feira, 22.11.10

II Semana Europeia da Prevenção de Resíduos

Teve início no passado sábado, dia 20 de novembro, a II Semana Europeia da Prevenção de Resíduos.

A primeira edição oficial da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (EWWR – European Week for Waste Reduction) decorreu em vários países europeus de 21 a 29 de novembro de 2009 e faz parte integrante de um projeto que conta com o apoio do programa LIFE+, da Comissão Europeia.

A edição de 2010 da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos terá lugar de 20 a 28 de novembro, com os seguintes objetivos: 

  • Dar a conhecer as estratégias de prevenção de resíduos e a política da União Europeia e dos seus Estados membros nesta matéria;
  • Promover ações sustentáveis de prevenção de resíduos por toda a Europa;
  • Realçar o trabalho realizado por diversos intervenientes, através de exemplos concretos de prevenção de resíduos;
  • Incentivar uma mudança de comportamento dos Europeus (consumo, produção) no dia-a-dia. 

 

No âmbito deste evento, o Projeto 3E's passou a disponibilizar desde hoje, aos Diretores de Turma da Escola, uma Ação de Sensibilização à Recolha Seletiva de Resíduos, que consta de uma apresentação em PowerPoint que deverá ser exibida a todos os alunos da sua turma até ao final do corrente 1.º período - ou seja, a todos os alunos da Escola.

Tal apresentação, que apela à redução e à correta separação dos resíduos, bem como um Guião da Apresentação, encontram-se acessíveis em todos os computadores e salas da Escola para uma maior facilidade na sua utilização.

Esta é forma do Projeto 3E’s se juntar à II Semana Europeia da Prevenção de Resíduos: temos de contribuir para um mundo melhor e mais limpo!

publicado por p3es às 12:34 link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12.11.10

A Escola Básica de Paços de Ferreira na Escola Electrão

No passado dia 9 de novembro recebemos este mail da Escola Electrão:


Caro Professor Emídio Henrique dos Mártires Gardé,

O prazo para inscrição na 3.ª edição da Escola Electrão terminou recentemente, sendo com muito orgulho que o informamos de que este ano o projecto contará com 646 escolas aderentes!

Queremos uma vez mais felicitá-lo por pertencer a esta enorme comunidade unida pelo ambiente, e relembrá-lo de que temos à sua disposição a Acção Extra "Blog Electrão", a decorrer no nosso blog oficial: blogelectrao.blogspot.com.

É fácil aderir ao Blog Electrão e contribuir para a partilha de experiências e bons exemplos no âmbito da sensibilização para a temática dos REEE: basta ir registando o envolvimento da sua comunidade escolar no projecto e fazer-nos chegar pequenas notícias e fotos ou vídeos. Para além de publicados no Blog Electrão, os melhores contributos terão ainda um lugar especial nas newsletters do projecto Escola Electrão e da Amb3E.

Sempre que tiver um texto ou imagens para partilhar, queira por favor enviar-nos as suas participações para geral@escolaelectrao.pt . Saiba mais sobre esta acção extra no site do projecto - www.escolaelectrao.pt - e conheça detalhes como o peso máximo dos ficheiros e outras informações adicionais que constam do documento "Dossier Blog Electrão".

Estamos confiantes de que o registo e a partilha do trabalho desenvolvido pelas escolas aderentes permitirá chamar a atenção de cada vez mais pessoas para a problemática dos REEE e para a importância do nosso contributo na defesa do planeta. E desde que com o conhecimento do professor responsável, até os alunos podem participar.

Ficamos a aguardar os contributos enérgicos da sua comunidade escolar!

Cumprimentos,

Equipa Escola Electrão


Portanto, a partir de agora, além dos vidros, papéis, embalagens de plástico e de metal e óleos alimentares usados - convém relembrar que a nossa foi a primeira Escola Básica do Concelho de Paços de Ferreira, e continua sendo a única,  a fazê-lo - também passaremos a recolher equipamentos elétricos usados!

A recolha seletiva de resíduos - e a sua consequente redução de consumo energético - continua a aumentar na nossa Escola!

Mas não vamos parar por aqui! Em breve haverá mais novidades!

Quinta-feira, 11.11.10

A nova equipa do Projeto 3E's

Como tudo na vida, também o grupo do P3E's mudou... Este ano somos estes:

A equipa do Projeto 3E's em 2010/11

Tiago Saúl, Henrique Santos, Emídio Gardé, Ana Lúcia Nogueira e Rita Rodrigues.

 


 

Esperam-nos novas tarefas que irão sendo aqui divulgadas sempre que oportuno.

tags:
publicado por p3es às 21:49 link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Hora atual

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
16
17
18
19
20
21
25
26
27
28
29
30

últ. comentários

mais comentados

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro