Quarta-feira, 13.04.11

Concurso Pedalar XXI



O Concurso Escolar “Pedalar XXI” 
promovido pelo Cicloria (http://cicloria.org.pt ), da iniciativa das autarquias de Murtosa, Ovar e Estarreja e Universidade de Aveiro, tem como objectivo promover a utilização da Bicicleta como meio de deslocação suave em curtas distâncias, através do desenvolvimento de projectos escolares que apliquem os princípios relacionados com mobilidade sustentável, valorização do território, estilos de vida saudável e segurança rodoviária.
O concurso é dirigido a alunos do 3.º ciclo do ensino básico e ensino secundário e pretende estimular promover formas de mobilidade casa - escola mais sustentáveis, saudáveis e atractivas, assim como o gosto pela experimentação, conhecimento do território e novos hábitos de cidadania. Desta forma, apela-se à participação da comunidade escolar neste concurso, através do desenvolvimento de projectos inovadores, criativos e colaborativos, isto é os projectos a desenvolver deverão promover, na medida do possível, o envolvimento de toda a comunidade escolar e local.
Serão estabelecidas duas categorias de concurso, que irão corresponder aos seguintes níveis de ensino:

Categoria
A – 3º CEB Categoria
B – Ensino Secundário


Categoria A – 3º Ciclo do Ensino Básico
Pretende-se que os concorrentes avaliem a Pegada Ecológica da escola e elaborem uma carta de intenções, com vista à melhoria da Pegada Ecológica no que se refere à secção da mobilidade.

Categoria B – Ensino Secundário
Pretende-se que os concorrentes efectuem um percurso de bicicleta (casa escola ou escola - local público), identificando os obstáculos e/ou facilidades encontradas ao longo do percurso. Este percurso deverá ser registado em vídeo e/ou fotografia e comentado pelos alunos enfatizando os seus aspectos mais relevantes.

Documentos
Para fazer o download do Regulamento do concurso Pedalar XXI, clique aqui:
Para fazer download da Ficha de Inscrição, clique aqui
Para fazer download do Cartaz do Concurso Pedalar XXI, clique aqui:

Calendário

Inscrições – até 10 de Abril
Envio dos trabalhos candidatos a concurso – até 23 de Maio
Divulgação dos trabalhos premiados – até 27 de Maio
Cerimónia de entrega de prémios – 5 de Junho

Prémios
(a anunciar em breve -http://cicloria.org.pt)

Para mais informações visite http://cicloria.org.pt ou http://www.facebook.com/CicloRia 
ou contactar 
Dr. ª Sara Marques:
Tel: + 351 234 372 499
E-mail: srita@ua.pt
 
Quarta-feira, 23.02.11

Brasil: Bicicleta é alternativa para chegar à sala de aula

(In Menos um carro, 2011.02.23)

Os estudantes brasileiros vão poder contar com mais um meio de transporte para se deslocarem até à escola: a bicicleta. A iniciativa insere-se no programa “Caminho da Escola”, desenvolvido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e tem como objectivo melhorar a mobilidade dos estudantes e reduzir o abandono escolar.

 

De acordo com o site brasileiro Guia do Estudante, até ao início de Fevereiro, o projecto já contava com a adesão de nove municípios brasileiros, totalizando o pedido de 1.130 bicicletas.

“Para além de beneficiar os estudantes que moram em localidades onde os autocarros escolares não conseguem chegar ou os estudantes que acabam por esperar muito tempo pelo transporte rodoviário, o programa visa ainda melhorar a qualidade de vida dos estudantes e o ambiente”, explicou o FNDE.

Assim, o Ministério da Educação brasileiro, através do FNDE, oferece aos estados, municípios e Distrito Federal a possibilidade de adquirirem bicicletas escolares a preços atractivos.

De salientar que o programa "Caminho da Escola" foi criado em 2007 com o objectivo de renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução do abandono escolar.

Estudos realizados pelo FNDE concluíram que a disponibilização de bicicletas aos estudantes poderá reduzir o esforço das crianças em percorrer distâncias diárias de três a 15 km, para chegarem à escola ou ao autocarro escolar.

Pode saber mais sobre esta iniciativa no site do FNDE.

publicado por p3es às 12:21 link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15.02.11

Ciclovia na Holanda vai gerar energia solar

De acordo com o site "Menos um carro", que por sua vez cita o site News on Green, «Para promover a utilização da bicicleta e reduzir as emissões de CO2 para a atmosfera, a cidade de Krommenie, na Holanda, irá contar, a partir de 2012, com uma ciclovia capaz de gerar energia solar.

SolaRoad de Krommenie

O projecto denominado SolaRoad foi desenvolvido pela Organização Holandesa de Pesquisa Científica Aplicada (TNO), em parceria com a empresa de tecnologiaImtech, e deverá ser implementado em 2012 na cidade de Krommenie, no norte da Holanda.

Com 10 km de comprimento, a ciclovia será coberta por uma camada de células solares de silício e o sistema gerador será protegido por uma placa de vidro resistente, de forma a suportar o peso até de um camião.

Segundo os impulsionadores deste projecto, o objectivo é que o SolaRoad gere 50 kWh por metro quadrado ao longo do ano, valor que deve ser suficiente para abastecer a iluminação das ruas próximas à ciclovia e os semáforos.

Além disso, a energia excedente poderá ser aproveitada para uso doméstico. A TNO destaca ainda que esta iniciativa, que se insere no programa de energia renovável holandês, poderá, no futuro, ser implantado em toda a rede rodoviária do país.

Saiba mais sobre este projecto no site da TNO


 

Se resultar, que tal reivindicar o mesmo para Paços de Ferreira? 


 

Quarta-feira, 08.09.10
Segunda-feira, 05.07.10

Mais de mil pessoas pedalam em Coimbra

Por Cláudia Reis com Lusa, publicado em 04 de Julho de 2010 in http://www.ionline.pt/conteudo/67684-mais-mil-pessoas-pedalam-em-coimbra.

Mais de mil pessoas pedalaram hoje pela cidade de Coimbra numa iniciativa de promoção do desporto e da mobilidade urbana, organizada pela autarquia, no âmbito das comemorações doDia da Cidade que hoje se festeja.

Num trajeto de 10 quilómetros, cerca de 1100 pessoas de todas as idades, entre elas famílias inteiras, participaram assim no segundo Bike Day Cidade de Coimbra, que teve início e fim na Praça Heróis do Ultramar, com passagens pela Pontes Rainha Santa IsabelSanta Clara e pela Baixa e Alta da cidade.

“O primeiro objetivo tem a ver com a prática desportiva e a saúde, associada às boas práticas de vida, mas também com a bicicleta como elemento de mobilidade e respeitadora do ambiente”, salientou Luís Providência, vereador do Desporto da autarquia de Coimbra.

“Temos aqui várias vertentes que tentamos cumprir com este Bike Day Cidade de Coimbra”, frisou o autarca, acrescentando que a iniciativa foi um êxito “que nos leva a acreditar que vamos ter de fazer isto todos os anos em Coimbra”.

Segundo Luís Providência, passar a Ponte Rainha Santa Isabel foi para muitos a primeira oportunidade de, em cima de uma bicicleta, observar “a vista magnífica que se tem do rio e da cidade”.

Ponte Pedro e Inês (c) Emídio Gardé

O evento, refere, “é uma oportunidade única para as pessoas poderem transitar pelas ruas da cidade”, embora de forma condicionada.

Com a filha Adriana, de 3,5 anos, que transportou na sua bicicleta, e a mulher Rita Barroso, Henrique Costa, de Coimbra, foi um dos participantes que trouxe a família ao evento.

“Estamos habituados a andar de bicicleta e ela também (a filha) e hoje aproveitámos para, com este povo todo, dar um passeio para nos divertirmos”, referiu este jovem de 34 anos.

O convívio e o gosto pela bicicleta levaram Filipa Costa, de 33 anos, a participar no Bike Day Cidade de Coimbra, juntamente com o marido e o filho de 3 anos.

“Acima de tudo o convívio entre os três e também o miúdo, que gosta muito de andar de bicicleta”, disse, salientando que “é engraçado fazermos esta actividade os três”.

E sem temer os efeitos do calor, João Coelho, de 51 anos, não tem dúvidas de que “o sol faz bem para tirar a barriguinha”.

“Estou transpirado e um bocadinho cansado, pois não estou habituado a andar de bicicleta”, revelou, por seu lado, o jovem Sérgio, que no final descansava sentado ao lado das amigas Teresa e Susana, que defendeu uma iniciativa de dia inteiro.

“Devia ser o dia todo. É muito pouco ser só uma manhã. Desde que a água nos acompanhe e haja uma boa refeição no final nós aguentamos”, brincou.

Apesar das subidas e das temperaturas apertarem (estavam 27 graus), praticamente todos os participantes cumpriram o percurso de uma dezena de quilómetros e apenas, segundo fonte dos Bombeiros Sapadores, duas pessoas necessitaram de observação.

publicado por p3es às 00:01 link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20.11.09

Será que também funciona em Paços de Ferreira? :-P

Ciclistas de São Francisco sugerem, via iPhone, rede de ciclovias
2009/11/20

A San Francisco Country Transportation Authority (SFCTA) está a lançar uma aplicação no iPhone, chamada CycleTracks, que permite aos seus utilizadores informar os responsáveis pelo departamento de transportes da cidade de quais as melhores rotas para andar de bicicleta. Esta informação, segundo o San Francisco Weekly Blog, será compilada e destina-se a ajudar a desenhar a nova rede de ciclovias da cidade californiana.

SFCTA CycleTracks para iPhonesEsta espécie de planeamento de ciclovias por crowdsourcing estará à disposição não apenas dos utilizadores de bicicletas, mas também calculará as melhores rotas para andar a pé – o que aumenta bastante a sua utilidade para os cidadãos de São Francisco.

A aplicação pretende também recolher dados objectivos sobre os melhores caminhos para ciclar em São Francisco – comparando “estórias” de utilizadores e residentes de zonas específicas da cidade.

Assim, o CycleTracks utiliza o GPS do iPhone para gravar as viagens de bicicleta (ou a pé), desenhar mapas da rota – e reenviar a informação aos planeadores de ciclovias da cidade.

Desta forma, espera a SFCTA, os serviços da cidade poderão compreender melhor as necessidades dos utilizadores de bicicletas. Ainda que, torna claro a SFTA, não existem certezas que os caminhos mais populares sejam tornados oficiais.

Pode fazer o download da aplicação, gratuitamente, aqui.

 

publicado por p3es às 22:47 link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16.09.09

Universidade de Aveiro quer caloiros a usar a bicicleta

Universidade de Aveiro quer caloiros a usar a bicicleta


Por Maria José Santana, http://jornal.publico.clix.pt/noticia/15-09-2009/universidade-de-aveiro-quer-caloiros-a-usar-a-bicicleta-17804357.htm

 

 

A Universidade de Aveiro lança campanha para convencer os novos alunos a pedalarem nas suas deslocações para a instituição de ensino.

 

Projecto LifeCycle da C. M. de AveiroAlém das habituais boas-vindas e iniciativas de recepção ao caloiro, os estudantes que chegam este ano pela primeira vez à Universidade de Aveiro (UA) têm à sua espera uma campanha especial: irão ser desafiados a usar a bicicleta nas suas deslocações regulares para a instituição de ensino. A proposta surge no âmbito da adesão de Aveiro ao projecto europeu Life Cycle, que já colocou mais de 60 trabalhadores da autarquia a pedalar nas suas deslocações para o trabalho. A iniciativa, que no início de 2010 irá ser também alargada a algumas empresas do concelho, pretende contribuir para a promoção de estilos de vida e mobilidade saudáveis. 
O apelo à participação dos novos alunos da UA será lançado, com especial incidência, no início desta semana, aproveitando o período das matrículas. A campanha de sensibilização irá culminar, no dia 21, com a realização de uma "festa da bicicleta", que compreenderá, entre outras acções, um ciclo-passeio pela cidade. 
"A ideia é termos o maior número de estudantes a aderir", perspectivou Miguel Araújo, técnico da Câmara de Aveiro, sem especificar um número em concreto. A adesão registada na experiência-piloto desenvolvida no primeiro semestre do ano foi "bastante satisfatória", quer junto da população escolar, quer no seio dos trabalhadores da autarquia. "Na câmara municipal, aderiram 66 trabalhadores. Nas escolas, tivemos mais de 100 alunos e professores a participar", avançou Miguel Araújo. 
Nesta nova vertente do Life Cycle, que recebe a designação de Um curso com pedalada, é assumido que o alvo principal são mesmo os estudantes que estão a chegar pela primeira vez, ainda que os restantes não sejam deixados de fora. "Segundo os estudos, quando as pessoas iniciam uma nova etapa estão mais susceptíveis a criar novos hábitos", revelou o técnico da autarquia. 
Ao contrário do que aconteceu nas experiências-piloto realizadas junto da população escolar e trabalhadores da autarquia, nesta nova vertente do projecto não será implementado um sistema de concurso, com atribuição de prémios aos ciclistas mais assíduos. 
Mas existirão prémios de mérito, no valor de 1000 euros, para os alunos que apresentarem as melhores propostas para a dinamização da iniciativa junto da comunidade da UA. "Serão seleccionados três alunos, consoante a qualidade das propostas que apresentem, e estes ficarão responsáveis pela promoção de acções junto dos alunos e professores da universidade", desvendou Miguel Araújo. 
Além desta nova aposta junto dos alunos da UA, a dinamização do projecto Life Cycle em Aveiro prosseguirá com as campanhas junto das escolas dos 2.º e 3.º ciclos e secundárias do concelho e, no primeiro trimestre de 2010, irá estender-se às empresas que aceitem promover o uso da bicicleta junto dos seus trabalhadores. 
 

publicado por p3es às 10:36 link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 09.09.09

A mentalidade cristalizada - ou - para trás é que é o caminho (2)

Comerciantes contestam ciclovia da Pasteleira por temerem perda de clientes

Por Marta Maia e Patrícia Carvalho

A nova e contestada ciclovia entre parques no Porto

O executivo da Câmara do Porto aprovou, ontem, com a abstenção da oposição, a construção de uma ciclovia entre o Parque da Pasteleira e o Parque da Cidade. Apesar de só ontem ter sido aprovada, a obra está a decorrer e já é alvo de contestação.

Na Rua de João de Barros, perto do Parque da Pasteleira, os comerciantes já estão a preparar uma carta, "para enviar à câmara dentro de dois dias", na qual pedem "atenção para o comércio tradicional". Sérgio Azevedo, membro e porta-voz do grupo, acredita que o apelo vai ser ouvido porque "o presidente da câmara tem mostrado que gosta do comércio tradicional". "O presidente não deve ter noção do comércio que está aqui, senão nem fazia isto assim", perspectiva Sérgio Azevedo, acrescentando que quando a intervenção começou "ninguém sabia de nada".

A principal queixa dos lojistas é a perda do estacionamento, que, apesar de proibido, se faz junto ao separador central da via. "Mesmo sendo proibido, as pessoas estacionam aqui, mas uma ciclovia intimida mais e as pessoas vão deixar de parar ali o carro", argumenta Sérgio Azevedo, que já prevê a perda de clientes. "Isto vai tornar-se um deserto", lamenta. "Vai passar aqui uma bicicleta a cada cinco dias", atira Sérgio Azevedo, argumentando que "o culto da bicicleta nem existe e a ciclovia não faz sentido".

Apesar de concordar com a construção da ciclovia, o PS absteve-se na votação de ontem na câmara, por discordar do facto de a obra estar a ser feita pela empresa Águas do Porto. O mesmo motivo levou ainda à abstenção da CDU. A justificação do vereador do Ambiente, Álvaro Castello-Branco, de que os trabalhos foram entregues à Águas do Porto por, em alguns troços, envolver a ribeira da Granja, não convence a oposição. "Na Alameda do Fluvial a ribeira está a muitos metros de profundidade", diz Rui Sá.

O vereador criticou ainda o modelo utilizado para a construção da ciclovia, enquanto Palmira Macedo, do PS, não deixou passar em branco o timing utilizado pela câmara para construir esta ligação. "Nós não teríamos deixado a construção da ciclovia para os últimos dias do mandato", ironizou. 

 

(Fonte: http://jornal.publico.clix.pt/noticia/09-09-2009/comerciantes-contestam-ciclovia-da-pasteleira-por-temerem-perda-de-clientes-17755882.htm)

publicado por p3es às 23:29 link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 08.09.09
Quinta-feira, 13.08.09

Para trás é que é o caminho...

Um professor foi multado por andar de bicicleta num passeio do Porto. José Maria Sá está incrédulo. Diz que só tinha preocupações ambientais. Mas com isto desiste. Vai voltar a andar de carro e talvez comprar uma "Vespa".

 

O caso deu-se no passado dia 17 de Julho, pelas 18.20 horas, mas José Maria apenas recebeu a multa no passado dia 4. O professor de Geografia da Escola Secundária Aurélia de Sousa, no Porto, regressava a casa de um passeio de bicicleta. No Largo de Campo Lindo subiu ao passeio, para evitar circular em sentido contrário na Rua Costa e Almeida, a dois minutos da sua residência. Andou poucos segundos na bicicleta até ser confrontado por um agente, que saía de uma viatura, estacionada entre a Casa da Cultura da Junta de Freguesia de Paranhos e a Esquadra da PSP.

 

"Parei para o agente passar. Reconheço que devia ter ignorado o comentário dele de que o passeio era para os peões. Mas fiquei incrédulo e disse-lhe isso mesmo. Ele insistiu e disse que podia ser multado", relata, ao JN, garantindo: "Tenho sempre o máximo de cautela com os peões.

 

O professor argumentou que em vários países europeus fomenta-se o uso de bicicleta, por questões ambientais, e lamentou o facto de no Porto existirem poucas condições para o uso daquele veículo. "Problema seu", terá respondido o agente, acrescentando: "Isso é lá fora. Aqui é Portugal". José Maria acabou multado em 60 euros, segundo o nº 1 do artº 17º do Código da Estrada (ver caixa).

 

Foi em Novembro que o professor trocou o automóvel pela bicicleta, inspirado nas realidades que presenciou em vários países europeus e pelo filme de Al Gore "Uma Verdade Inconveniente". "Comprei uma bicicleta de passeio, holandesa, com todas as condições, porque tem custos zero para o ambiente", sublinha.

 

Mas agora está farto. São diários os casos de mau civismo. E já foi atropelado por um automóvel na Rua da Constituição. A multa foi a gota de água. "Estou cansado e a pensar desistir", diz. José Maria tenciona voltar a usar, assim, o automóvel e talvez comprar uma vespa. "Sei que também é poluente. Mas eu tentei", lamenta.

 

Fonte: http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?distrito=porto&concelho=porto&option=interior&content_id=1333327

publicado por p3es às 14:54 link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Hora atual

Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. comentários

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro